sexta-feira, 27 de Abril de 2007

Horários CP - Serviço Lisboa-Faro

Em 22 de Abril último, após uma saga que se arrastou ao longo de mais de dois anos e depois de sucessivas tentativas, entraram finalmente em vigor os novos horários da CP. A registar temos algumas melhorias, nomeadamente o aumento das frequências no serviço Lisboa-Porto bem assim como a diminuição do tempo das viagens. A lamentar a forma como o serviço de Lisboa para Faro foi degradado, sendo que embora havendo mais comboios, estes demoram também mais tempo, entre alguns outros lamentos. Por ora iremos deter-nos no serviço Lisboa-Faro.

Este horário marca a estreia da REFER na feitura dos horários seguindo as directrizes do operador CP. Tivemos acesso à primeira versão dos horários propostos pela CP à REFER e já então se apontava para um aumento dos tempos de percurso no eixo ora em apreço. Com os horários feitos pela REFER estes tempos de percurso subiram ainda mais e neste momento o melhor tempo de Lisboa a Faro é de 3h16 para comboios pendulares e de 3h56 para os IC. Esta situação afigura-se-nos particularmente infeliz sendo que já estamos muito perto das 4h15 que se demorava há exactamente vinte anos, em 1987, de Lisboa - Sul e Sueste a Faro, já aqui incluidos os 30 minutos para a travessia fluvial e os 12 minutos de então para o transbordo entre os navios e os comboios.

Uma nota ainda sobre a estrutura dos horários que, parece-nos, é particularmente infeliz para quem, de Lisboa, precisa deslocar-se a Faro. É que quem vai de Lisboa tem que esperar que o pendular chegue de Campanhã para ter, então e finalmente, a sua primeira ligação do dia a Faro onde acaba por chegar à hora de almoço. Em resumo: uma manhã perdida para quem viaja de Lisboa para o Algarve de manhã cedo, em benefício dos raros passageiros que vêm do Norte em direcção ao Sul. Corolário, o comboio não é atractivo para estas deslocações, maioritariamente profissionais.

Insatisfeitos com estes novos horários extraordinariamente penalizadores para os passageiros dedicámo-nos a estudar a questão e, usando os tempos entre estações usados tanto pela CP como pela REFER limitá-mo-nos a uma optimização das circulações, dando efectiva prioridade aos comboios Alfa Pendular e InterCidades em relação aos comboios de mercadorias, posição oposta à adoptada pela CP que, notoriamente, prioriza os comboios de mercadorias em relação aos comboios de passageiros nos horários ora operados.

Mais, em vez de meramente pormos os comboios de longo curso no meio dos urbanos entre Lisboa-Oriente e Sete Rios, acção fortissimamente penalizadora para os comboios de longo curso ao dar-lhes apenas dois canais em cada hora para as saídas de Lisboa-Oriente para a linha de Cintura, fomos mais longe e optámos por compatibilizar uns e outros, originando pequenas e ligeiras alterações de 2-3 minutos nalguns comboios urbanos, alterações estas que em nada prejudicam as rotações de material, não são penalizadoras para o serviço da CP Lisboa e refletem um efectivo aumento da capacidade da via férrea neste troço. Compatibilizámos também os horários dos comboios de longo curso com o serviço da Fertagus entre Roma-Areeiro e Setúbal.

Todos os comboios dão e recebem ligação em Lisboa-Oriente para/de Porto-Campanhã ou Braga. Para este fim os comboios AP e IC aos quais os ora propostos ligam requerem um ligeiro ajuste de 3 minutos nas suas marchas à partida de Lisboa-Oriente, ajuste que não representa problema nenhum dado que, mercê das suas marchas estarem feitas de forma muito larga, com grande margem para reduções de tempo, à passagem por Alverca podem retomar o seu horário actual até Porto-Campanhã. A salientar que em Lisboa-Oriente as ligações são feitas na mesma plataforma, razão pela qual 5-6 minutos são suficientes para essa operação.

Conhecemos perfeitamente a problemática da execução dos horários em troços de via única explorada em regime de CTC (Comando de Tráfego Centralizado) sendo que essa questão foi plenamente estudada e todos os comboios rápidos têm as suas marchas preparadas para todos os cruzamentos necessários entre eles com os devidos tempos para as operações de paragem, resguardo, arranque e retoma da velocidade inicial, utilizando locomotivas da série 2600. É, porém, manifesta a necessidade que existe de duplicação entre Ermidas-Sado e Pinheiro dada a quantidade de circulações neste troço onde, aos comboios de passageiros se juntam os comboios de mercadorias provenientes e com destino ao porto de Sines e com origem e destino em vários pontos do país. A questão da duplicação da linha do Sul será objecto de um futuro post neste blog.

O resultado que apresentamos abaixo é indicativo da efectiva possibilidade de manter os tempos de viagem anteriores, mesmo com o aumento de circulações e mantendo a necessária e cautelosa margem de regularidade para prevenir eventuais atrasos. Simplesmente é necessário dar efectiva prioridade aos comboios rápidos, ajustando ligeiramente os horários dos comboios suburbanos, por um lado, e reduzindo a prioridade dos comboios de mercadorias, por outro. Os passageiros agradecem!

Comboios Lisboa-Oriente a Faro
AP181 Lisboa-Oriente 07h13 . Faro 10h12
Cruzamentos no troço de via dupla entre Ermidas-Sado e Bif. Torre Vã com o AP180 e em Tunes com o IC670
Este comboio beneficia de um canal horário não usado pela Fertagus entre Roma-Areeiro e Pinhal Novo que lhe permite demorar menos tempo neste trajecto, razão pela qual é possivel fazer a viagem entre Lisboa e Faro num tempo inferior ao tempo psicológico de três horas e com o qual a CP pode fazer um brilharete.
IC571 Lisboa-Oriente 09h32 . Faro 13h13
Cruzamentos em Lousal com o IC670 e em Albufeira com o IC672
IC573 Lisboa-Oriente 12h32 . Faro 16h18
Cruzamentos em Lousal com o IC672 e em Luzianes com o AP182
IC575 Lisboa-Oriente 14h32 . Faro 18h13
Cruzamentos em Alcácer do Sal com o AP182 e em Loulé com o IC674
IC577 Lisboa-Oriente 18h32 . Faro 22h17
Cruzamentos em Vale do Guiso com o IC674 e em Luzianes com o IC676
AP183 Lisboa-Oriente 20h33 . Faro 23h34 - Procede de Porto-Campanhã
Cruzamento em Grândola com o IC676

Comboios Faro a Lisboa-Oriente
AP180
Faro 07h02 . Lisboa-Oriente 10h05 - Continua para Porto-Campanhã
Cruzamento no troço de via dupla entre Ermidas-Sado e Bif. de Torre Vã com o comboio AP181
IC670 Faro 09h23 . Lisboa-Oriente 13h07
Cruzamentos em Albufeira com o AP181 e em Lousal com o IC571
IC672 Faro 12h22 . Lisboa-Oriente 16h07
Cruzamentos em Albufeira com o IC571 e em Lousal com o IC573
AP182 Faro 14h00 . Lisboa-Oriente 17h05 - Continua para Porto-Campanhã
Cruzamentos em Luzianes com o IC573 e em Alcácer do Sal com o IC575
IC674 Faro 17h50 . Lisboa-Oriente 21h30
Cruzamentos em Loulé com o IC575 e em Vale do Guiso com o IC577
IC676 Faro 19h50 . Lisboa-Oriente 23h30 - elimina-se a paragem deste comboio em Funcheira por forma a garantir o cruzamento com o AP183 em Grândola sem maiores penalizações.
Cruzamentos em Luzianes com o IC577 e em Grândola com o AP183

Et voilá, aqui temos um horário devidamente coordenado por forma a servir de forma muito mais eficaz os passageiros do eixo Lisboa-Faro, com ligações espalhadas ao longo do dia e propício a captar mais passageiros por via das ligações rápidas para Norte e de um menor tempo de percurso.

Sem comentários: